(67) 3342-3155
fetracom-ms@fetracom-ms.com.br
Campo Grande - MS

 

FETRACOM MS ajuda elaborar documento pedindo o retorno do Ministério da Previdência

30.06.2016 17:30 horas


Além de defender o imediato retorno do Ministério da Previdência Social, extinto pelo governo Michel Temer, associações, sindicatos, federações de trabalhadores de Mato Grosso do Sul, com o apoio da Força Sindical Regional MS, reunidas na semana passada em Campo Grande, elaboraram manifesto público em que pedem também estudos urgentes, por parte do governo, visando a implantação da Previdência Única para todos os trabalhadores brasileiros e o retorno do Ministério da Previdência Social.
Coordenada pela FAPEMS – Federação das Associações dos Aposentados e Pensionistas do Mato Grosso do Sul em conjunto com a ANASPS – Associação Nacional dos Servidores da Previdência Social, a reunião em Campo Grande contou com a participação dos aposentados e pensionistas, tanto do regime geral da previdência social, como dos trabalhadores no comércio, para debaterem a atual situação do sistema previdenciário e da seguridade social do Brasil após as mudanças efetuadas pelo atual governo, explicou Alcídes dos Santos Ribeiro, presidente da federação (FAPEMS).
O presidente regional da Força Sindical Mato Grosso do Sul, Idelmar da Mota Lima também esteve presente e afirmou que as mudanças feitas pelo governo não podem penalizar os trabalhadores aposentados. “É preciso encontrar outros caminhos para reduzir gastos da máquina pública, sem retirar direitos duramente conquistados pelos trabalhadores”, afirmou.
Pedro Lima, presidente da Fetracom/MS (Fed. dos Trab. no Comércio de Mato Grosso do Sul), também presente à reunião, também defende a recriação imediata do Ministério da Previdência Social, com suas prerrogativas de Estado e todas as instâncias governativas. “O trabalhador merece mais atenção e respeito, principalmente depois de uma vida de contribuição para conseguir o direito à aposentadoria”, afirmou.
REIVINDICAÇÕES – Em documento público, as entidades FETRACOM/MS, FAPEMS, ANASPS, AAPCG, Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande, Associação dos Aposentados e Pensionistas de Campo Grande – AAPCG, Ass. Dos Ferroviários Aposentados e Pensionistas Dem. e Idosos, Força Sindical Regional MS e Associação Sul-mato-grossense de Apoio aos Aposentados e Pensionistas – Aspesul fazem as seguintes reivindicações ao Governo:




I- Recriação imediata do Ministério da Previdência Social, com suas prerrogativas de Estado e todas suas instâncias governativas. Ou retorno do Ministério do Trabalho e Previdência Social ou ainda Ministério da Seguridade Social.
II- Fim da utilização dos recursos da Previdência Social pela DRU e como instrumento de política fiscal e, em último caso, que a Previdência seja ressarcida, pelas renúncias e desonerações contributivas;
III-Não à reforma previdenciária que resulte na retirada de direitos;
IV- Iniciar estudos urgentes, visando a implantação da Previdência Única para todos os trabalhadores Brasileiros, de todos os estados, dos três níveis de governos, das estatais e das autarquias;
V- Melhoria da fiscalização não permitindo o surgimento de grandes devedores e aperfeiçoamento da gestão e dos processos de fiscalização.

Nenhuma imagem encontrada.




Governo e parlamentares contra o trabalhador



Novo salário mínimo de R$ 954 entrou em vigor esta semana



Copyright © 2013 FETRACOM
Rual Fernando Augusto Corrêa da Costa 124, Jardim América, Campo Grande - MS